segunda-feira

Ano Novo - Cerimonia do Cha de Ano Novo - Hatsugama

Hatsugama é o ato de acender o braseiro para o Preparo do Chá pela Primeira Vez no ano.

A Cerimônia do Chá comemora todos os anos o Ano Novo e atrai cerca de 300 pessoas entre praticantes da Cerimônia do Chá e expoentes da Sociedade Japonesa e Brasileira.

Veja os anos anteriores

07/01/2018 Tivoli Mofarrej Hotel http://www.minorhotels.com/pt/tivoli/tivoli-mofarrej-sao-paulo

O Hatsugama de 2018 contou até com a presença do Prefeito










15/01/2017 Tivoli Mofarrej Hotel http://www.minorhotels.com/pt/tivoli/tivoli-mofarrej-sao-paulo

















10/01/2016 Hakuheian

11/01/2015 Buffet Colonial http://www.buffetcolonial.com.br/

12/01/2014 Hakuheian

13/01/2013 Grand Hyatt Hotel https://saopaulo.grand.hyatt.com/en/hotel/home.html

15/01/2012 Intercontinental Hotel https://www.ihg.com/intercontinental/hotels/us/en/sao-paulo/saoha/hoteldetail?cm_mmc=GoogleMaps-_-IC-_-BRA-_-SAOHA

16/01/2011 Buffet Baiúca https://www.zankyou.com.br/f/buffet-baiuca-117

17/01/2010  Tivoli Mofarrej Hotel http://www.minorhotels.com/pt/tivoli/tivoli-mofarrej-sao-paulo

18/01/2009 Intercontinental Hotel  https://www.ihg.com/intercontinental/hotels/us/en/sao-paulo/saoha/hoteldetail?cm_mmc=GoogleMaps-_-IC-_-BRA-_-SAOHA

13/01/2008 Hotel Caesar Park Vila Olímpia http://www.caesarbusinesshotels.com.br/pt-br/

14/01/2007 Marriot Renaissance Hotel http://www.marriott.com.br/hotels/travel/saobr-renaissance-sao-paulo-hotel/

15/01/2006 Buffet Baiúca https://www.zankyou.com.br/f/buffet-baiuca-117

09/01/2005 Hotel Unique http://www.hotelunique.com.br/

11/01/2004 Tivoli Mofarrej Hotel http://www.minorhotels.com/pt/tivoli/tivoli-mofarrej-sao-paulo

Assista e Curta nossa pagina no Facebook Cerimonia do Cha

Hatsugama no Bom Dia SP ou http://globotv.globo.com/rede-globo/bom-dia-sao-paulo/v/comunidade-japonesa-comemora-o-hatsugama-em-sao-paulo/2343378/


Presença de 300 pessoas entre praticantes e expoentes da Cultura Japonesa

Data 13 de Janeiro de 2013
Horario 11h30
Local Grand Hyatt Sao Paulo

Programa:
11h30 Chaseki
12h00 Coquetel
12h45 Abertura do Barril de Sake
13h00 Almoco
14h30 Apresentacao de Video seguida de Quarteto de Cordas ao Vivo
15h Encerramento, Café e Entrega de Presentes

Convites e Confirmacoes por email iumi@hotmail.com




quinta-feira

Aulas Cerimonia do Cha, Urasenke do Brasil

Aulas Cerimonia do Chá


Informações sobre aulas de Cerimonia do Cha
- É necessário agendar as aulas pelo email  iumi@hotmail.com
- As aulas são individuais e tem duração de 1 hora e o curso pode ser iniciado a qualquer época do ano.
- A duração do curso é infinita, pois o curso não tem fim, estamos sempre aprendendo. Não há um número limite de aulas.

- Não é necessário nenhum conhecimento prévio.
- Traje: Homens Calças Compridas, camisas com mangas e um par de meias brancas
Mulheres Saias abaixo dos joelhos, blusas com mangas e sem decotes e um par de meias brancas.

O que é Cerimonia do Cha?

A Cerimonia do Cha é uma arte japonesa de preparar o cha. Envolve varias artes como a arquitetura, a culinaria, a vestimenta, o ikebana (arranjo de flores),  o shodo (caligrafia), ceramica.

Todas as Cerimonias do Cha da mais simples à mais complicada envolvem a purificacao dos objetos, o preparo do cha e a limpeza dos utensilios. As primeiras aulas sao um pouco chatas porque é preciso aprender os movimentos.

- Ferias de verão 1 dezembro a 20 de janeiro de cada ano a escola entra em recesso.

- Ferias de inverno 1 a 31 julho de cada ano a escola entra em recesso.
- Local: Liberdade (o endereço é informado quando a aula for agendada)
- Curta nossa pagina no Facebook Cerimonia do Cha https://www.facebook.com/CerimoniaCha
- Recomendo a compra do livro texto: Chado Introdução ao Caminho da Cerimonia do Cha, traducao do livro Gakko Chado, Shokyu hen ou Escola de Chado, Nivel Basico. 

- Horários:
Dia

HorárioLocal
Terçamanhã10:00 – 12:00Sala de Chá Hakuei-an
tarde14:00 – 16:00 〃
noite18:00 – 20:00 〃
Quartatarde14:00 – 16:00Escola Oshiman (restrito a alunos do Oshiman)
Sextamanhã10:00 – 12:00Sala de Chá Hakuei-an
tarde14:00 – 16:00 〃
Sábadomanhã10:00 – 12:00Centro de Estudos Japoneses da USP (restrito a alunos da USP)
Domingomanhã10:00 – 12:00Sala de Chá Hakuei-an
*duas sessões por mês

Aprecie uma Cerimonia do Chá: Assista o video: Cerimonia do Cha

https://www.youtube.com/watch?v=FGvwRO3zlpg




email: iumi@hotmail.com
Tel:(11) 5571-3117
http://cerimoniacha.blogspot.com/
Curta nossa pagina no Facebook Cerimonia do Cha https://www.facebook.com/CerimoniaCha
#Cerimoniadocha #Aulascerimoniadocha #Chado #Urasenke 

terça-feira

Cerimonia do Cha - Chanoyu - Caminho do cha - Chado

Boa noite = Konnichiwa (vamos nos cumprimentar? Digam Konnichiwa e curve-se para demonstrar respeito)

Meu nome é Iumi Takeda e sou praticante da Cerimonia do Cha há mais de 30 anos. Fui treinada pela minha avó para a 5a Feira Industrial do Japao no Palacio das Convencoes do Anhembi em 1973, o que é uma coincidencia feliz pois deve-se começar a aprender a Cerimonia do Cha com 6 anos, 6 meses e 6 dias.

Chanoyu quer dizer água quente para o chá

Chado quer dizer caminho do chá. Dô é um ideograma composto por 2 radicais: um deles é pescoço pois quando se adentra o caminho do chá, estamos arriscando o nosso pescoço.

Origem do Chá

A China eh o berco do chá.

Ate hoje é o único pais do mundo que produz e fabrica todas as "cores" de cha, que calcula-se, giram em torno de 10 mil. Se tomarmos um cha diferente por dia nao vamos conseguir experimentar todos os tipos

Conta a lenda que um imperador chines aqueceu agua para tomar, mas adormeceu sob uma arvore. Uma brisa soprou e algumas folhas cairam na tigela com agua quente. Quando acordou, tomou a agua com as folhas e estava descoberto o cha em infusao.

O nome cientifico do cha eh Camellia sinensis. A Camelia sinensis é um arbusto sempre verde, cujas folhas se nao sao logo secas depois de colhidas comecam a oxidar. Este processo lembra a maltizacao da cevada, as folhas ficam progressivamente escuras, assim que a clorofila se quebra.

O cha eh classificado em 4 grupos principais, baseados em seu grau de oxidadacao:

- Cha Branco - folhas jovens que nao sofreram processo de oxidacao.
- Cha Verde - a oxidacao eh parada pela aplicacao de calor
- Oolong - a oxidacao eh parada entre o cha verde e o cha preto
- Cha Preto - depende da regiao tem nomes como Daarjeling, Assam, Ceilao, Nilgiri

O Chá que bebemos na Cerimônia do Chá é o Chá Verde colhido dos Brotos da folha da Camellia sinensis.

Como preparar o cha
Os bules de cha sao pequenos para que se coloque apenas a quantidade de agua que se vai tomar.

Aquece-se a agua quente ateh formar pequenas bolhas no fundo e nas laterais da chaleira.

Coloca-se a agua quente nas xicaras de cha para aquece-las e devolve-se a agua para a chaleira, o que já diminui a temperatura do chá;

O ideal eh nao utilizar cha em sache, mas sim em folhas, que devem ser colocadas em infusor.

 Coloca-se o infusor 2 a 5 minutos, seguindo as instrucoes do cha escolhido.

No Japao, a chaleira com as folhas de cha sao utilizadas ao longo do dia. Nao se deve deixar com agua para que nao esfrie e fique amargo.

Cerimonia do Chá ou Chanoyu

A Cerimônia do Chá valoriza o momento presente: o passado já foi e o futuro ninguém sabe. Em portugues, a palavra presente tem 2 significados:

Agora

E

Ser uma dádiva estarmos aqui juntos para compartilhar um momento, um encontro, uma tigela de chá.

Sen no Rikkyu é o fundador de nossa escola e iniciou em 1570, quase a idade do Brasil e envolve 4 princípios: Harmonia, Pureza, Respeito e Tranquilidade.

Harmonia entre o Convidado e o Anfitriao

Pureza - purificar os utensilios

Respeito

Tranquilidade.

A Cerimônia do Chá engloba várias artes japonesas: a Arquitetura, a Cerâmica, a Culinária, a Caligrafia, o Vestuário, o Arranjo de Flores, entre outras.

A Arquitetura pode ser observada na porta para entrarmos a sala de chá que deve ter 60 cm de altura para que qualquer pessoa precise abaixar a cabeça para entrar.

A Cerâmica - as xícaras de chá japonesas  não tem asa porque ao contrário do senso comum, a mão é mais sensível que a boca. Se você não consegue segurar, não vai conseguir tomar.

A Culinária pois a Cerimônia de Chá completa dura 4 horas quando primeiro é servida uma pequena refeição chamada Kaiseki, onde Kai = quente e Seki = Pedra, pois quando os monges estavam meditando nao tinham tempo de comer e pegavam uma pedra quente próximo ao estômago e esse calor "saciava" a fome.

O Vestuário - utiliza-se o kimono. Quando a mulher é solteira usamos um kimono de mangas longas e cores vivas. Após o casamento o kimono tem mangas curtas e cores mais sóbrias. A parte de trás da manga é aberta para ser usada como "bolso". Não se valoriza o decote e sim a nuca.

O Arranjo de flores como estão na natureza. Não se deve entregar um buque de flores pois não é assim q elas estão na natureza.

Como o chá é amargo, antes de tomar, comemos um doce para contrabalançar o amargo. O doce deve estimular os 5 sentidos: Visao, Olfato, Paladar, Tato, podemos entender, mas e a Audição? A audição é o nome do doce.

domingo

Cerimonia do Cha - Sotanki Cerimonia de Encerramento Centro de Chado Urasenke do Brasil

Sotanki é a Cerimônia para Homenagear o Grão Mestre Sotan, neto de Sen Rikkyu, o fundador de nossa escola.


11h Cerimônia de Chá em homenagem a Sotan

11h30 Entrega dos Diplomas












12h Demonstração de Kaguetsu - Hatijo (sala de 8 Tatamis)

Chaseki (pequeno almoço) - Rokujo (Sala de 6 Tatamis)

Koicha (chá forte) - Yojohan (Sala de 4 Tatamis e 1/2)



 Usuchá (chá fraco) - Ryurei








Kaguetsu - os Otemaes em conjunto

SHICHI JISHIKI Sete Otemaes/Cerimônias do Chá em conjunto


Os Otemaes em conjunto, chamados Shichi jishiki foram criados no Sec. XVIII pelo 7 Oiemoto da Omotesenke, Joshinsai Tennen Sosa (1706-1751), seu irmão mais novo, o 8o iemoto da Urasenke, Yugensai Itto Soshitsu (1719-1771), o mestre Zen master do templo Daitokuji, Mugaku Soen (1721-1791), e vários discípulos. 

Os Sete Otemaes que se praticam em conjunto são:

1- kagetsu, 2 - shaza, 3- mawarizumi, 4-mawaribana, 5-chakabuki, 6-ichi ni san, 7- kazucha. 

Destes Otemaes, O Kagetsu é o mais emblemático de todos. Com um Orisei com 5 pedras, sorteamos quem irá fazer o otemae e quem irá tomar chá.




As pedras são: Tsuki (lua - toma o chá), Hana (flor - faz o otemae), Ichi, Ni, San (estes 3 não farão nada)

Dentro do Kagetsu existem 14 otemaes: 

1 - Hirakagestu
2 - Chabakotsuki kagetsu
3 - jikutsuki kagetsu
4 - kininkiyotsugu kagetsu
5 - kininkiyotsugu koichatsuki kagetsu
6- kotsuki kagetsu - incenso e ao final escreve-se um haikai sobre o incenso
7 -koichatsuki kagetsu
8- tsubotsuki kagetsu
9 - musubibukusa kagetsu - quando um ou mais convidados nao tem fukusa
10- nagekomi kagetsu
11- mugon nagekomi kagetsu
12- satsubakotsuki kagestu
13- sumitsuki kagetsu
14- yojohan kagetsu na sala menor

Em tempos atuais, tornou-se hábito na Escola Urasenke para cada Oiemoto criar um otemae. Portanto hoje em dia há 22 shiki. Os mais recentes sao:

 Hanayose (este, contudo nao foi incluso como um shichi jishiki)

15- Sen'yu (11th iemoto, Gengensai)
16- Setsugeka (11th iemoto, Gengensai) neve-lua-flor
17- Homa (12th iemoto, Yumyosai)
18-Sanyu (13th iemoto, Ennosai), 
19- Showa (14th iemoto, Tantansai).

Odoogu (Utensilios) que precisamos para Hirakaguetsu:

1 Tana

2 Mizusashi

3 Mizutsugui

4 Chakin

5 natsume

6 chawan

7 chakin

8 chachaku

9 chasen

10 kensui

11 hishaku


12 futaoki

13 Orisue

sábado

Cerimonia do Cha - Sotanki Cerimonia de Encerramento Centro de Chado Urasenke do Brasil


Sotanki é a Cerimônia para Homenagear Sen Sotan, neto de Sen Rikyu (1522-1591) que é o fundador de nossa escola e iniciou a pratica de Chá como conhecemos hoje.

11h Cerimônia do chá para Sotan

11h30 Entrega dos Diplomas

12h Demonstração de Kaguetsu, Chaseki (pequeno almoço), Koichá (Chá forte) e Usuchá (Chá fraco)
A palavra Kaiseki é composta por 2 ideogramas Kai = Pedra e Seki = Quente. Quando os monges estavam meditando não havia tempo para preparar comida, então eles pegavam uma pedra da fogueira e colocavam sob a roupa no estômago para aquecê-lo.

O Kaiseki vem do nome dado a uma pedra aquecida que os monges Zen usavam para aliviar o estômago das dores causadas pela fome ou pelo frio. Desde então passou a significar uma pequena refeição, suficiente apenas para satisfazer a fome.
Depois de compartilhar a refeição os convidados são servidos de um doce e do chá forte. Após isso serve-se o chá fraco.
O Otemae, preparo do chá, consiste de 3 partes:
- Purificacao dos utensílios
- Preparo do chá
- Limpeza dos utensílios.
Deve ser realizado em silêncio, ou só falando amenidades. A mensagem é enviada pelos utensílios, kakemono, flores.


Após a morte de Sen Rikyu, seus ensinamentos foram transmitidos aos seus descendentes e discípulos. Sen Shoan (1546-1614), genro de Sen Rikyu foi reconhecido como seu sucessor. O filho dele e neto de Rikkyu Sen Sotan (1576-1658) sucedeu seu pai e tornou-se a 3a geracao. Sotan teve quatro filhos. Os 2 mais velhos morreram ainda criancas. Quando seu filho cacula Sen Soshitsu (1622-1677) atingiu os vinte anos, Sotan retirou-se para o fundo da propriedade criando a escola Urasenke e  Sen Sosa (1619-1673) ficou com a frente da propriedade fundando a escola Omotesenke. Depois um dos filhos mais velhos Soshu (1593-1675), retornou à propriedade localizada na rua Mushanokoji para fazer a 3a das 3 escolas de tradicao chamada Mushanokojisenke. Essas escolas continuam em atividade até hoje em Kyoto.

Sotan construiu nos fundos da propriedade a sala de 8 tatamis, a sala de 4 tatamis e meio e a sala de 1 tatami e 3/4 e sao os padroes para todas as salas de cha do mundo.

Num tranquilo e velho bairro de Kyoto, capital cultural do japão a escola Urasenke da família Sen existe já há quatro séculos. As mais antigas salas de chá foram originalmente construídas pela terceira geração da família, Sen Sotan, neto do Rikyu. Esse complexo de salas de chá e jardins foi tombado como Patrimônio Cultural Importante pelo governo japonês em razão de sua relevância cultural na história e na arte japonesas. É onde o espiríto de Sen Rikyu permanece, é a casa da Urasenke e o coração do Chado para milhões de pessoas que estudam e praticam como ensinado pela Urasenke ao redor do mundo.
 
Desde a época do Rikyu, seus descendentes continuaram levando esse legado para as novas gerações. Cada herdeiro também acrescentou algo, sucessivamente de tal maneira que a Cerimonia do Cha permanece viva e com sentido nos tempos atuais, oferecendo um eficiente caminho para enriquecimento cultural e autodesenvolvimento, e uma fórmula atemporal para compartilhar um bonito momento graças ao chá.


1 Rikyū Sōeki (1522-91) 利休 宗易 Hōsensai 抛筌斎
2 Shōan Sōjun (1546-1614) 少庵 宗淳
3 Genpaku Sōtan (1578-1658) 元伯 宗旦 Totsutotsusai 咄々斎

sexta-feira

Cerimonia de Cha na Casa de Cultura Japonesa

Em Novembro temos exposicao de Ikebana na Casa de Cultura Japonesa

Demonstração de Cerimonia do Chá na Casa de Cultura Japonesa










Tanabata Matsuri - Festival das Estrelas

FESTIVAL TANABATA MATSURI – Julho na Praça da Liberdade, Ruas Galvão Bueno e Estudantes, no bairro da Liberdade, em São Paulo.

 O EVENTO É GRATUITO. 




O dia do Encontro das Estrelas na verdade eh no 7o dia do 7o mes ou seja 7 de julho.


  
O Tanabata Matsuri, Festival das Estrelas, ocorre em Julho. No Sábado das 10h00 às 19h00 e no Domingo das 10h00 às 18h00.

QUAL É O SIGNIFICADO DO FESTIVAL DAS ESTRELAS?

Uma lenda japonesa conta a origem do Tanabata Matsuri, Festival das Estrelas.

Há muito tempo, de acordo com uma antiga lenda, morava próximo da Via-Láctea, uma linda princesa chamada Orihime, a "Princesa Tecelã".

Certo dia Tentei, o "Senhor Celestial", pai da moça, apresentou-lhe um jovem e belo rapaz, Kengyu, o "Pastor do Gado" (também nomeado Hikoboshi), acreditando que este fosse o par ideal para ela.

Os dois se apaixonaram fulminantemente. A partir de então, a vida de ambos girava apenas em torno do belo romance, deixando de lado suas tarefas e obrigações diárias.

Indignado com a falta de responsabilidade do jovem casal, o pai de Orihime decidiu separar os dois, obrigando-os a morar em lados opostos da Via-Láctea.

A separação trouxe muito sofrimento e tristeza para Orihime.

Sentindo o pesar de sua filha, seu pai resolveu permitir que o jovem casal se encontrasse, porém, somente uma vez por ano, no sétimo dia do sétimo mês do calendário lunar, desde que cumprissem sua ordem de atender todos os pedidos vindos da Terra nesta data.

Na mitologia japonesa, este casal é representada por estrelas situadas em lados opostos da galáxia, que realmente só são vistas juntas uma vez por ano: Vega (Orihime) e Altair (Kengyu).



O festival teve início há mais de 1.150 anos, na Corte Imperial, e a data tornou-se feriado nacional em 1603.


No Brasil, o Festival das Estrelas / Tanabata Matsuri é realizado desde 1979 pela ACAL – Associação Cultural e Assistencial da Liberdade e pela Associação da Província de Miyagi, na praça da Liberdade, em São Paulo, sempre no mês de julho. No Japão, o festival de Tanabata é realizado em várias cidades, mas o de Miyagui é o mais tradicional. Lá se realiza em agosto, para aproveitar as férias de verão das escolas.



No Tanabata, as ruas do bairro e a praça da Liberdade são decoradas com grandes ramos de bambu que recebem a ornamentação de enfeites coloridos de papel que simbolizam as estrelas. Nesses bambus são pendurados os tanzaku, pequenos pedaços também coloridos de papel onde as pessoas colocam seus pedidos.



Cada um dos tanzakus tem uma cor distinta com os seguintes temas:

Amarelo - Dinheiro
Azul - Proteção
Branco - Paz
Rosa - Amor
Verde - Esperança
Vermelho - Paixão

Shows de cantores, taikô, dança folclórica e variedades fazem parte das atrações do Tanabata Matsuri, que é a principal atividade anual do bairro.

Fonte www.culturajaponesa.com.br

#Cerimoniadocha #Chado #Festivaldasestrelas #Caminhodocha #Tanabatamatsuri